segunda-feira, 11 de abril de 2011

Sinto uma falta absurda de você. Ficou um vazio que ninguém (pre)enche. E penso e repenso e trepenso em você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...