sexta-feira, 24 de junho de 2011

"Quando me entrego, me atiro. Mas quando recuo, não volto mais."

Pelo menos alguma coisa eu devo ter feito certo, mesmo. Porque tenho certeza que você vai lembrar de mim, ainda que não queira.

‎"Vai ficar aí de CASTIGO, até aprender que eu não sou sua refém (!)".

"Deletei da minha vida
Tudo aquilo que não valeu a pena,
Quem mentiu
Quem enganou meu coração,
Quem teve inveja,
Quem tentou me destruir
Quem usou máscaras,
Quem nunca chegou a saber
exatamente quem eu sou...
Arquivei na minha vida
Pessoas reais, ainda que virtuais
Que cederam carinho, tempo, palavras
Conselhos, a mão, o coração
Pessoas que, de um jeito ou de outro
Me ajudaram a ser um pouco "Melhor".






‎"Me encante da maneira que você quiser, como você souber.
Me encante, para que eu possa me dar.
Me encante nos mínimos detalhes.
Saiba me sorrir, aquele sorriso malicioso e gostoso, inocente e carente.
Me encante com suas mãos, gesticule quando for preciso, me toque, quero correr esse risco..........."




‎"Quando ninguém o faz, o tempo nos cuida e cicatriza as nossas feridas."

Se apaixone todos os dias... ♥ Por você mesmo! ♥ Por sua família! ♥ Por seus filhos! ♥ Por viver! ♥ Por seus ideais! ♥ Por tudo que e bonito!

domingo, 19 de junho de 2011

‎"Tristeza me desculpe, saudade me perdoe,mas a minha ansiedade não resiste a beleza da vida. E eu quero amar, quero sair, quero viajar, não suporto a angústia, e para mim, a solidão tem cheiro de naftalina.Não adianta, eu e a tristeza não combinamos. Ela prefere o isolamento. Eu adoro os amigos. Ela quer o choro. eu prefiro rir, rio até de mim, em tudo ela vê tragédia, eu, oportunidades. Ela quer a prisão, e eu a liberdade, ela ouve músicas que trazem lembranças, eu canto a esperança..."
vamos viver tudo que há para viver, vamos nos permitir 




‎"Sempre é preciso saber quando uma etapa chega ao final. Se insistirmos em permanecer nela mais do que o tempo necessário, perdemos a alegria e o sentido das outras etapas que precisamos viver. Encerrando ciclos, fechando portas, terminando capítulos. Não importa o nome que damos, o que importa é deixar no passado os momentos que já se acabaram. As coisas passam, e o melhor que fazemos é deixar que elas possam ir embora. Deixar ir embora. Soltar. Desprender-se. Ninguém está jogando nesta vida com cartas marcadas, portanto às vezes ganhamos, e às vezes perdemos. Antes de começar um capítulo novo, é preciso terminar o antigo: diga a si mesmo que o que passou, jamais voltará. Lembre-se de que houve uma época em que podia viver sem aquilo - nada é insubstituível , um hábito não é uma necessidade. Encerrando ciclos. Não por causa do orgulho, por incapacidade, ou por soberba, mas porque simplesmente aquilo já não se encaixa mais na sua vida. Feche a porta, mude o disco, limpe a casa, sacuda a poeira."



sábado, 18 de junho de 2011

Quando você encontrar a outra metade da sua alma, você vai entender porque todos os outros amores deixaram você ir. Quando você encontrar a pessoa que REALMENTE merece o seu coração, você vai entender porque as coisas não funcionaram com todos os outros..O que as pessoas mais desejam é alguém que as escute de maneira calma e tranquila. Em silêncio. Sem dar conselhos. Sem que digam: “Se eu fosse você”. A gente ama não é a pessoa que fala bonito. É a pessoa que escuta bonito. A fala só é bonita quando ela nasce de uma longa e silenciosa escuta. É na escuta que o amor começa. E é na não-escuta que ele termina. Não aprendi isso nos livros. Aprendi prestando atenção.
(Rubem Alves)




Se um dia na sua vida você tiver que saber quem na vida mais te amou, quais foram as pessoas que mais te amaram de verdade, é só descobrir as pessoas que mais te perdoaram. É uma matemática fácil de ser feita. Porque na vida nós só temos o direito de dizer que amamos, depois de muitas outras vezes termos precisado perdoar alguém. Que ...o amor é justamente o momento em que você descobre o outro fazendo tudo errado, tudo ao contrário do que prometeu, e mesmo assim você ainda tem reservas aí dentro pra trazê-lo de volta, pra olhá-lo nos olhos no momento em que ele não merece, pra desconsertá-lo com seu perdão no momento em que ele esperava sua gozação. E nisso, Jesus é mestre!!! Da mesma forma, se você quiser saber quem você mais amou é só começar a contar nos dedos as pessoas que você mais precisou perdoar. Porque o amor não existe fora do perdão. Se essas pessoas que dizem que te amam só porque você faz as coisas certas, cuidado!!! 
Porque no dia em que você não conseguir fazer tudo certinho e ela te dispensar, não fica triste não… É porque nunca te amou!!!


sábado, 4 de junho de 2011

"E quando eu me dou, Eu me dou inteira, Eu não sou MEIA pra ficar no pé de ninguém."

A gente finge que arruma o guarda-roupa, arruma o quarto, arruma a bagunça. Tira aquele tanto de coisa que não serve, porque ocupar espaço com coisas velhas não dá. As coisas novas querem entrar, tanta coisa bonita nas lojas por aí. Mas a gente nunca tira tudo. Sempre as esconde aqui, esconde ali, finge para si mesmo que ainda serve. A gente sabe. Que tá curto, pequeno, apertado. É que a gente queria tanto. Tanto. Acredito que arrumar a bagunça da vida é como arrumar a bagunça do quarto. Tirar tudo, rever roupas e sapatos, experimentar e ver o que ainda serve, jogar fora algumas coisas, outras separar para doação. Isso pode servir melhor para outra pessoa. Hora de deixar ir. Alguém precisa mais do que você. Se livrar. Deixar pra trás. Algumas coisas não servem mais. Você sabe. Chega. Porque guardar roupa velha dentro da gaveta é como ocupar o coração com alguém que não lhe serve. Perca de espaço, tempo, paciência e sentimento. Tem tanta gente interessante por aí querendo entrar. Deixa. Deixa entrar: na vida, no coração, na cabeça.



‎"Exagero? Ah, não sei não.....

.. estou numa época que prefiro um bom sapato à um homem mais ou menos. Pelo menos sapato aumenta minha autoconfiança e eu sei exatamente aonde ele irá me machucar...!"
"É fácil amar o outro na mesa de bar, quando o papo é leve, o riso é farto, e o chope é gelado. 
É fácil amar o outro nas férias de verão, no churrasco de domingo, nas festas agendadas no calendário do de vez em quando.
Difícil é amar quando o outro desaba. Quando não acredita em mais nada. E entende tudo errado. E paralisa. E se vitim
iza. E perde o charme. O prazo. A identidade. A coerência. O rebolado.
Difícil amar quando o outro fica cada vez mais diferente do que habitualmente ele se mostra ou mais parecido com alguém que não aceitamos que ele esteja.
Difícil é permanecer ao seu lado quando parece que todos já foram embora. Quando as cortinas se abrem e ele não vê mais ninguém na plateia. Quando o seu pedido de ajuda, verbalizado ou não, exige que a gente saia do nosso egoísmo, do nosso sossego, da nossa rigidez, do nosso faz-de-conta, para caminhar humanamente ao seu encontro.
Difícil é amar quem não está se amando.
Mas esse talvez seja, sim, o tempo em que o outro mais precisa se sentir amado. Eu não acredito na existência de botões, alavancas, recursos afins, que façam as dores mais abissais desaparecerem, nos tempos mais devastadores, por pura mágica. Mas eu acredito na fé, na vontade essencial de transformação, no gesto aliado à vontade, e, especialmente, no amor que recebemos, nas temporadas difíceis, de quem não desiste da gente.
"


Cansei.... Cansei de pintar os olhos com cores alegres, a lágrima não tem cor, nem cheiro... somente o sabor agridoce da saudade, do que não volta, o tempo que revolta Cansei de abafar soluços p'ra não assustar ouvidos, não são sonoros, nem pretendo fazê-los é em mim a marca que ficou, e ressoa no infinito Cansei de camuflar os sentimentos, hoje quero tudo de intenso, a verdade nua aos olhos serei eu a transparência em vida, atos reflexos de mim, quero a vida em plenitude, sem máscaras ilusórias Costuro no peito as dores do mundo dispo-me das taras e dos medos, dos vícios cotidianos, da omissão de ser e sou, tudo que sou sem pressa de ser Fico crua diante da vida, tela em branco para o artista, tela pincelada nas cores do desejo, na verdade pura da pele seco por fim as lágrimas e acalmo os soluços: Vai coração, segue em frente e descansa em paz!






DESAPEGO :

 Sempre é preciso saber quando uma etapa chega ao final. Encerrando ciclos, fechando portas, terminando capítulos. Não importa o nome que damos, o que importa é deixar no passado os momentos que já se acabaram. As coisas passam, e o melhor que fazemos é deixar que elas possam ir embora. Deixar ir embora. Soltar. Desprender-se. Antes de começar um capítulo novo, é preciso terminar o antigo. Lembre-se de que houve uma época em que podia viver sem aquilo, nada é insubstituível, um hábito não é uma necessidade. Encerrando ciclos. Feche a porta, mude o disco, limpe a casa, sacuda a poeira. Afinal se coisas boas se vão é para que coisas melhores possam vir. Esqueça o 
passado, desapego é o segredo!



“Há momentos em que tudo o que a gente precisa é dar colo para o próprio coração.”

Um dos piores erros da humanidade é querer, mas não falar. 
Pensar, mas não se manifestar.
Tentar, mas não lutar. Enquanto os maus agem, os bons se calam..!!! (...)

As pessoas tomam caminhos diferentes em busca da felicidade e da satisfação. O fato de que o caminho de alguém não coincida com o seu não quer dizer que vocês se perderam

‎"A verdade é que, enquanto você estiver assim, nessa interminável agonia, esperando notícias que nunca chegam, vai deixar passar várias possibilidades interessantes ao seu redor. Claro, ninguém se compara a quem você aguarda, mas quem você aguarda não está disponível no momento. Poderá, inclusive, nunca estar, apesar de tudo o que foi dito naquele dia. Pessoas que somem não são confiáveis."





‎"Estou com sede de mudanças, mas não quero arrastar os móveis, nem desentortar os quadros. Quero desabitar meus hábitos.

PALAVRAS...

"Se me disseres que me amas, acreditarei, mas se escreveres que me amas, acreditarei ainda mais. Se me falares da tua saudade, entenderei, mas se escreveres sobre ela, sentirei junto contigo. Se a tristeza vier a te consumir e me contares, eu saberei, mas se a descreveres no papel, o seu peso será menor."
... e assim são as palavras escritas; possuem um magnetismo especial, libertam, acalantam, invocam emoções. Elas possuem a capacidade de em poucos minutos cruzar mares, saltar montanhas, atravessar desertos, intocáveis. Muitas vezes perde-se o autor, mas a mensagem sobrevive ao tempo, atravessando séculos e gerações. Elas marcam um momento que será eternamente revivido por todos aqueles que a lerem. Faça amor com as palavras, mate saudades, peça perdão, aproxime-se, recupere o tempo perdido, insinue-se, alegre alguém, dê simplesmente um bom dia, faça um carinho especial. Use-a a todo instante, de todas as maneiras; sua força é imensurável. Não esqueça que quem escreve, constrói um castelo, e quem lê, passa a habitá-lo..!!! 




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...