segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Afinal, poxa, ele nem tem trinta anos ainda. Tem que conhecer pessoas, fazer amor, amar. Tem que viver. Ah, doçurinha! Viva, meu amor! Não tem problema. O tanto que dói é problema meu. Vamos focar na sua doce felicidade!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...