sábado, 27 de agosto de 2011


Sabes amor...
Vou contar te um segredo...
Um segredo sem medo,
De promessas quebradas.
Sabes amor...
Vou contar te uma estoria,
Uma fábula sem memória
De loucura e paixão.
Sabes amor...
Vou contar te lá ao longe,
Numa mensagem de monge
Que a solidão tomou conta de mim,
Tomou conta do meu coração.
Sabes amor...
Vou chorar até morrer,
Estas promessas quebradas
De amor por viver,
Não sendo possível jamais esquecer
O bater do som das almas.
Sabes amor...
Vou confessar te mesmo agora,
Que este espírito que vagueia
Sempre amou, ama e incendeia,
Outrora sem rumo e ideia
Decidiu este caminho mais certo.
Sabes amor...
Porque as promessas a dois,
Foram promessas a vácuo.
Impossíveis in loco,
Desfaleço em pecado.
Sabes amor...
Promessas quebradas, são espinhos.
Cortam e ferem as mãos
Despedaçam o ser de quem ama,
Vamos viver em paz e calma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...